segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Traição do "eu"

O que une as pessoas
é o sentimento de reciprocidade,
e não uma mera questão
de proximidade de idades.

O que sempre foi visto foi
uma preocupação com a moral.
Deixam de lado os sentimentos,
para parecer alguém normal.

E assim continua-se vivendo:
olhando para o outro,
mas a si mesmo... esquecendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário