domingo, 8 de novembro de 2015

Recordações

A cada concerto que vou, tiro menos fotos do show em si, mas uma ou outra com os parceiros que vou ou que conheço lá. Achava que seria bom para relembrar, para guardar e imortalizar o momento, mas o momento que é e foi memorável não precisa de fotos, pois imortaliza-se na mente, ele é a própria imagem; e, às vezes, não somos nós que lembramos dela, mas ela que nos lembra sem pedirmos. Um dia, quem sabe, eu deixe de falar sobre o dia de ontem em textos também; quando superar essa dialética, estarei vivendo as memórias do amanhã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário